sexta-feira, 17 de junho de 2016

De alegrias e de tristezas
Faço poesia

De incertezas, crio atos
Muitas vezes falhos

Certezas não existem
Somente o inevitável beijo da morte
Com sorte demorará a chegar

Da poesia, faço a vida!



2 comentários:

  1. Poesia é mesmo a arte de tirar de onde não tem e botar onde não cabe como dizia Pinto do Monteiro. Se algo ou alguém o persegue, fuja com poesia que a alegria ressurge e o sonho se realiza.....

    ResponderExcluir